Exclusividade Compartilhada: as agências de viagens devem aproveitar a economia compartilhada para hospitalidade de luxo

17 Apr 2018

A economia compartilhada é normalmente atribuída à viajantes de orçamento médio. Porém, nos últimos anos, as agências de luxo passaram a oferecer ofertas criativas para viajantes exigentes dentro do segmento de economia compartilhada.

Fonte: Luxury Retreats, Skift.com

A economia compartilhada sempre foi associada a um estilo de viagem flexível e de autoatendimento, desde jovens que buscavam quartos com desconto em hostels até exploradores urbanos, descobrindo as peculiaridades de uma cozinha compartilhada. Mas à medida que a economia compartilhada amadureceu, ela finalmente alcançou os viajantes de luxo que buscam experiências abrangentes e centradas nos hóspedes.

Para as agências de viagens esta é uma oportunidade empolgante, já que as empresas e serviços do segmento compartilhado estão fornecendo experiências com curadoria especializada, visando a satisfação do consumidor e provendo suporte necessário. As agências de viagem de luxo podem fazer parcerias com essas empresas para construir férias personalizadas para satisfazer as expectativas do seu público exigente de alto nível.

m viajante tradicionalmente do segmento de economia compartilhada que deseja fazer uma experiência única na vida reserva, por conta própria, um local com chef de cozinha e mordomo para servi-lo. Já os viajantes mais exigentes e com altas expectativas estão mais propensos a recorrer a uma agência de viagens para garantir que a reserva e o serviço atendam às suas exigências. Este tipo de viajante não está apenas à procura de uma bela propriedade com alguns serviços extras, mas sim uma experiência elevada e envolvente. Esse público espera trabalhar com uma agência de viagens que entenda suas expectativas e ofereça ofertas e serviços personalizados durante todo o período da viagem.

“Autenticidade é importante para esses consumidores”, afirma Amr Younes, vice-presidente da Luxury Retreats. “Eles buscam uma experiência única, individualizada e diferente de outras viagens.”  Essa curadoria especializada pode criar viagens com muito mais qualidade do que ficar hospedado em uma propriedade de alto nível, proporcionando uma verdadeira experiência de luxo.

A crescente disponibilidade de aluguéis de luxo por meio da economia compartilhada também oferece novas opções para grupos, que podem encontrar ofertas e atrações em acomodações de maior escala, como vilas e castelos. Os viajantes atraídos por esses tipos de acomodações incomuns estão à procura de experiências que vão além da tradicional publicidade de luxo presente nos escritórios dos agentes de viagens.

m castelo ou uma vila pode ser o local ideal para uma reunião de família, um pequeno retiro corporativo ou um encontro de grupo de amigos. Essas opções podem ser combinadas com serviços equivalentes aos hotéis cinco estrelas. E quando alugadas para um grupo, podem ser mais econômicas e muito mais prazeirosas.

Enquanto alguns grupos optam por planejar este tipo de evento por conta própria, outros percebem que trabalhar com uma agência de viagens especializada facilita o processo e garante qualidade no resultado. Os agentes de viagens, em colaboração com equipes de concierge pessoal, podem ajudar os viajantes a definir qual local, tipo de acomodação e serviços serão os mais adequados para as necessidades do grupo, e também organizar o transporte do grupo para locais distantes e excursões culturais.

 

Aluguéis de luxo para experiências elevadas:

Os tipos de experiências especializadas para viajantes de luxo estão indo além da qualidade e estilo das acomodações escolhidas. Todos os outros elementos da viagem partem de um local excepcional para hospedagem, e se expandem em inúmeras possibilidades do viajante explorar o mundo da forma e com quem mais importa para ele.

As empresas de economia compartilhada que estão envolvidas com o mercado de alto luxo se concentram em fornecer propriedades totalmente controladas, seguras e distintas. No Luxury Retreats, por exemplo, menos de 5% das propriedades candidatas são aceitas após a inspeção de qualidade. Depois que as casas são aceitas no processo, elas são regularmente inspecionadas para garantir altos níveis de qualidade, segurança e limpeza.

O mercado de economia compartilhada de luxo dispõe de propriedades majestosas, históricas e únicas, que podem oferecer aos viajantes experiências exclusivas e autênticas. Vilas, castelos, propriedades rurais e condomínios de alto nível são opções que estão cada vez mais disponíveis por meio de plataformas de economia compartilhada.

Além disso, propriedades incomuns e exclusivas são mais atraentes para os viajantes do que um estabelecimento de luxo, especialmente na era das mídias sociais, onde as experiências mais extraordinárias servem como moeda social. As opções são criativas e variadas, podendo ser uma vila havaiana ao lado de um rochedo, cercada por florestas tropicais e cachoeiras; ou um luxuoso chalé de esqui, e até mesmo uma propriedade mediterrânea costeira, com vista para vinhedos e pomares.

As propriedades de luxo constituem uma pequena parcela das ofertas de economia compartilhada e muitos viajantes optam por reservar essas acomodações por conta própria. Más há um segmento forte e crescente do mercado de viagens composto por agentes qualificados para alavancar esses recursos para viajantes e grupos de alto padrão. Aqueles que aproveitarem a oportunidade estarão na vanguarda das viagens de luxo.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Curtir
Please reload

Destaques

Pós-venda: o retorno do cliente pode ser uma oportunidade de ouro.

01.06.2017

1/1
Please reload

Recentes