As gerações Z e Millenials representarão 45% do mercado consumidor de luxo em 2025

30 Oct 2017

Fonte: Cara Salpini, Retaildive.com

Conheça os Fatos:

  • Millenials e Geração Z representarão 45% do mercado de bens de luxo pessoais até 2025, de acordo com um estudo da PMX Agency enviado para o portal Retail Dive. A Geração X é atualmente o maior consumidor de bens de luxo, onde as mulheres representam 12,8% dos compradores e os homens representam 9,9%.

  • A marca Ralph Lauren liderou o mercado de luxo em termos de participação de mercado online com 19,5%, seguida por Michael Kors com 17,2%. As oito marcas de luxo com melhores resultados, de acordo com o estudo, representam juntas 78% de todo o tráfego online de luxo.

  • O estudo também constatou que os visitantes dos sites de luxo vêm principalmente do tráfego de buscadores, que representa um pouco mais da metade (50,2%) do tráfego de Referência, seguido de sites de compras (22,4%), mídias sociais (7,4%) e email (2,9%). Dentro do segmento de tráfego através dos buscadores, 95% dos clientes são provenientes do Google.

    Conheça as Novas Ideias:

  • Em termos de tráfego na web, as marcas de luxo mais populares ficaram praticamente iguais ao ano passado – uma tendência também encontrada nas palavras-chave de produto que geram visitas. Bolsas e Sapatos ainda são as palavras-chave mais populares que direcionam os consumidores para websites de marcas de luxo, seguidas por Acessórios e Vestuário.

  • Enquanto a Geração X lidera atualmente a lista de consumidores de luxo, os Millenials estão logo atrás. A pesquisa constatou que 13,7% das mulheres e 8,7% dos homens que pertencem a esse grupo são compradores de bens de luxo, apenas um pouco abaixo dos números da Geração X – e, de fato, as mulheres Millenials compram mais bens de luxo do que as mulheres Geração X.

  • Enquanto a Geração Z não lidera as pesquisas, um estudo do mês de Julho da InMarket sugere que as gerações mais novas são muito mais propícias a comprar bens de luxo do que a geração Millenials. Dito isso, a disposição da Geração Z de pagar mais por marcas de luxo pode ser consequência da sua independência financeira (ou a falta dela) neste estágio das suas vidas, e pode mudar à medida que envelhecerem.

  • O relatório mostrou uma forte inclinação positiva para consumidores focados em celulares. Comparado ao perfil médio de usuários da internet, os clientes de luxo são 3% mais propensos a usar dispositivos móveis, com 38% dos clientes online vindo de dispositivos móveis e não de desktops.

  • Na pesquisa da PMX Agency, foram encontradas tendências referentes as redes sociais, uma vez que elas se relacionam com marcas de luxo. No total, os seguidores de redes sociais de luxo cresceram 27% em 2016, com o Instagram crescendo 54% ano ano, Twitter 16% ao ano e Facebook apenas 4% ao ano. O Instagram obteve os melhores resultados, como maior envolvimento (93%), seguido por Facebook (6%) e Twitter (1%).

  • O crescimento do Instagram é esperado, considerando que quase todas as marcas de luxo estão no Instagram: a empresa de pesquisa L2 constatou que 91% das marcas de luxo utilizam os influenciadores do Instagram – o mais alto no setor varejista. O Instagram também começou a mostrar sua presença como um canal de compras, com 72% dos usuários afirmando que suas decisões de compra são influenciadas pela plataforma.

  • O impacto das mídias sociais – e do Instagram em particular – influencia os mais jovens. Os Millenials têm uma maior probabilidade de fazer uma compra com base em uma postagem de Instagram (74%), e uma série de estudos sobre a Geração Z mostrou a propensão do grupo mais jovem a comprar em dispositivos móveis e sociais.

  • A geração Z converte o dobro em dispositivos móveis do que qualquer outra geração, 80% deles são influenciados pelas Redes Sociais e se importam duas vezes mais com o social do que com os acordos. Esses números são promessas valiosas caso as marcas de luxo queiram manter contato com uma base de novos clientes da Geração Z quando amadurecerem e se tornarem independentes.

Share on Facebook
Share on Twitter
Curtir
Please reload

Destaques

Pós-venda: o retorno do cliente pode ser uma oportunidade de ouro.

01.06.2017

1/1
Please reload

Recentes