China e Índia impulsionam o turismo de luxo mundial

30 Oct 2019

Superando o mercado geral de turismo, a previsão de crescimento nos próximos cinco anos do turismo de luxo é de 7,3% por ano. 

 

O turismo de luxo é responsável atualmente por 14% da receita, o que no ponto de vista de Friedrich Schwandt, (fundador e diretor da Statista) torna o mercado altamente competitivo no sentido de crescimento. Ainda segundo ele, uma das maiores tendências no turismo de luxo tem sido as viagens intergerações, com famílias buscando desfrutar de bons momentos juntos. 

 

A Statista (portal alemão que publica compilados de dados, informações, estatísticas e opiniões de outros institutos de pesquisas de mercado) estudou os destinos com maiores receitas internas de turismo de luxo, abrangendo os Estados Unidos, China, Alemanha, Índia, México, Austrália, Emirados Árabes Unidos, África do Sul e Marrocos. O critério utilizado para ser considerada viagem de luxo foi o gasto mínimo de US$ 2.400 por dia de cada viajante.

 

Segundo esse estudo, atualmente, a China ocupa a segunda posição no ranking de viagens de luxo, perdendo para os Estados Unidos, mas o cenário deve mudar nos próximos cinco anos, graças ao crescimento de mercados domésticos de luxo na China e na Índia. 

 

Os millennials e a geração Z ganham destaque no turismo de luxo pois buscam cada vez mais investir em experiencias do que na aquisição de bens. Para esse público, aventura, exclusividade e sustentabilidade são requisitos fundamentais para a escolha dos destinos e experiencias. 

 

 

Fonte: texto traduzido e adaptado de Luxury Daily

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Curtir
Please reload

Destaques

Pós-venda: o retorno do cliente pode ser uma oportunidade de ouro.

01.06.2017

1/1
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo