História das Marcas: Cartier

26 Jul 2019

A Cartier é uma empresa francesa que confecciona relógios, joias e outros artigos de luxo, destacando-se como marca da elite. É fiel a uma antiga filosofia: inovar sem perder a classe, transformar com bom gosto e criar com audácia e excelência.

 

 

Marcos históricos da Cartier

  • 1847 - Paris, França: Louis François Cartier comprou a oficina de Adolphe Picard, que era seu mentor na época.

  • 1853 - Louis abriu sua primeira loja apenas para clientes vip, dando início ao que viria a ser uma das maiores marcas de relógio do mundo.

  • 1899 - Abriram a primeira loja com uma nova tecnologia na época: carros para entrega delivery de pedidos da loja feitos por telefone.

  • 1904 - Criou o primeiro relógio de pulso da marca, o modelo Santos, feito exclusivamente para Santos Dumont que era amigo de Louis François Cartier.

 

  • 1909 – Uma nova loja em Nova York, na famosa 5th Avenue, foi aberta, contratando o designer Charles Jacqueau que desenvolveu o estilo "Art-Deco",

  • 1917 - Lançamento do relógio Tank que foi desenhado por Louis Cartier, neto do fundador, inspirado pelo rastro do tanque Renault FT-17, grande destaque mecânico da Primeira Guerra Mundial. Apresentado como um símbolo da vitória, essa conexão militar exerceu grande influência sobre o marketing.

  • 1963 - A primeira-dama Jackie Kennedy ganhou um Tank Ordinaire 1962 de seu cunhado, príncipe Stanislaw Radziwill.

 

  • 2004 - Foi lançada a nova coleção de relógios Santos 100, em comemoração aos 100 anos da coleção Santos Dumont. Somente cinco artesãos em todo o mundo tem a expertise de montar a peça,

  • 2006 - O concurso internacional de responsabilidade social “Cartier Women’s Initiative Awards” foi lançado com o objetivo de incentivar e apoiar projetos liderados por mulheres empreendedoras. Para participar do concurso, os projetos devem estar em fase inicial e serem criativos. Acontece anualmente e em 2014 foi a primeira vez que uma mulher brasileira ganhou a premiação: Bel Pesce.

 

  • 2017 - Para comemorar o centenário do relógio Tank, a Cartier lançou vários modelos de Tank em alguns de suas versões mais icônicas disponibilizando-as em aço inoxidável, sendo o modelo Tank Louis Cartier em edição limitada de 100 unidades.

As lojas

 

Atualmente no Brasil temos 2 lojas da marca localizadas uma no Shopping Iguatemi e outra no Shopping Cidade Jardim (ambas em SP). O design da loja no Shopping Iguatemi foi projetado por Bruno Moinard, que se inspirou na arquitetura do século XXI e possui 450m², sendo essa a maior. Conta com um piso superior dedicado exclusivamente a clientes vip, com apresentação de diamantes únicos em alianças e solitários, teto de vidro, iluminação e arvores naturais.

 

 

O lucro da empresa subiu 80% para 974 milhões de euros. Já na região da Ásia-Pacífico, aumentaram 25% para 2,1 bilhões de euros. Atualmente tem 300 lojas físicas e vai além de ser apenas uma empresa: se tornou um conceito inspirador sobre o que é ser uma das marcas mais respeitadas. Segundo dados, tem cerca de 6 mil funcionários.

 

Como estratégia de fidelização e conquista dos clientes, a marca oferece um serviço com profissionais especializados na manutenção e reparo de suas peças que pode ser reservado online ou pessoalmente em alguma das boutiques.

 

Curiosidades sobre os diamantes Cartier

 

Os diamantes Cartier seguem uma metodologia de escolha, criação e confecção baseada em 4 C’s, que em inglês são: cut, carat, clarity e color.

 

Para o primeiro C, que significa “corte”, os experts da Cartier seguem vários critérios nessa etapa primordial para a qualidade da peça. O grau de corte precisa ser simétrico e em uma medida ideal que evite relevos.

 

O segundo C aborda a questão do peso do diamante, ou seja, os “quilates”. Cada quilate equivale a 0,20 gramas e isso determina o valor comercial que a peça terá.

 

Diamantes possuem imperfeições naturais, mas que podem modificar a qualidade da peça, sendo assim, o próximo C trata da “pureza” dos diamantes que são escolhidos criteriosamente a fim de possuir o menor número de imperfeições a olho nu.

 

O último (mas não menos importante) C cuida das cores do diamante. Quanto mais transparente, mais valioso é e os diamantes escolhidos para integrar o catálogo da Cartier são completamente incolores.

 

Além desses critérios, a marca é responsável por desenvolver o diamante em formato retangular, conhecido como “lapidação Baguette”.

 

 

Fontes textos e imagens: Cartier Oficial, Blog Etiqueta Única, Blog Waufen, Blog Vecchio Joalheiros, Revista Vogue.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Curtir
Please reload

Destaques

Pós-venda: o retorno do cliente pode ser uma oportunidade de ouro.

01.06.2017

1/1
Please reload

Recentes