• Instituto do Luxo

Novas estratégias para o Mercado de Luxo



Com a aceleração digital, o marketing está desempenhando um papel ainda mais significativo e sensível para as marcas de luxo. Com os acontecimentos que o mundo enfrentou recentemente, os consumidores - conscientemente ou inconscientemente - tendem a se aproximar de marcas que demonstram sensibilidade as suas reais necessidades. Assim, é essencial que as marcas de alto padrão acertem o tom exato para uma comunicação omnichannel eficaz com seu público.

Que as marcas de luxo precisam oferecer o “algo a mais” além de seus produtos e serviços excepcionais, já era uma premissa do mercado. Agora, além de produtos, serviços, atendimento e experiências positivamente memoráveis, as marcas de luxo precisam repensar seus objetivos e incluir questões sociais, ambientais e caridade.

Outro ponto que vem sendo notado pelos pesquisadores do mercado é a persistência do "Revenge Spending". A expressão, como já mencionada aqui no blog, foi adotada para designar os mimos que os consumidores estão usufruindo como forma de recompensa pelos dias de confinamento e vulnerabilidade emocional. A expectativa era de que à medida que a pandemia reduzisse seu contágio, os gastos fossem desacelerando, entretanto seguem firmes e até crescentes na Coréia do Sul, China e Japão.

Em declaração para o portal Luxury Daily, Mark Curtis (co-fundador e diretor de clientes da Fjord) afirmou que para se preparar em um mundo pós-pandemia, é fundamental que os líderes invistam não apenas em tecnologias, mas em todos os pilares citados como influenciadores de compra.

INSTITUTO DO LUXO © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SÃO PAULO | BRASIL.

ATENDE TERRITÓRIO NACIONAL E INTERNACIONAL.