• Contato Instituto do Luxo

História da Marca - Stella McCartney



Antes de começarmos a contar a história da marca britânica de moda, vamos conhecer um pouco mais sobre a estilista que deu seu nome a grife de luxo sustentável.


Nascida no ano de 1971 em Londres, Stella Nina McCartney demonstrou seu interesse pela moda na adolescência quando costurou sua primeira peça aos 13 anos, uma jaqueta. Formada em design de moda pela universidade Central Saint Martins, Stella era conhecida pelo seu modelo feminino, sexy, elegante e natural.


Durante sua formatura, Stella teve uma trilha sonora gravada pelo pai Paul McCartney (ex-baixista dos Beatles) que se chamava Stella May Day, além de contar com a presença de Naomi Campbell e Kate Moss, o que fez o desfile parar nas primeiras páginas de diversos jornais da época.


Em 1997, Stella se tornou diretora criativa da grife Chloé, onde teve uma trajetória muito bem-sucedida. Até que em 2001, decidiu aceitar a proposta da maison Gucci de lançar a sua própria marca.


Já no ano de 2005, a grife fez uma parceria com a Adidas, no qual assinou as linhas de roupa e acessórios para ioga, corrida, tênis, natação entre outros esportes. A parceria teve tanto sucesso que a estilista chegou a desenvolver uniformes para os Jogos Olímpicos de Londres em 2012 e para os Jogos Olímpicos de Verão de 2016. Ainda em 2005, a marca firmou uma parceria com a H&M que se esgotou em tempo recorde. Em 2009 decidiu ousar um pouco mais e assinou uma coleção infantil em conjunto com a GAP. Alguns anos depois, lançou uma das suas coleções mais famosas, a Bolsa Falabella, produzida com couro vegetariano e náilon de garrafas recicladas.


Em 2018, Stella assumiu o controle total da sua marca se desvinculando da Gucci, entretanto um ano depois vendeu 50% para o conglomerado de luxo LVMH e até hoje é vista como o principal nome da alta moda sustentável, visto que suas criações possuem aspectos de impacto social positivo com tecidos orgânicos e reciclados.