• Instituto do Luxo

Fundo de Cultura Chanel anunciou 5 novos parceiros


chanel cultura luxo

A grande maison francesa de alta costura, Chanel anunciou seus cinco parceiros escolhidos para o Fundo de Cultura Chanel, apresentando uma série de curta-metragens.


Cada curta teletransporta os espectadores ao redor do mundo para compreender a essência de cada organização parceira da marca e a cultura local. O objetivo do projeto é criar programas de transformação que preservam a cultura, moldam o futuro, e impactam na visão e produção das artes visuais e cênicas.


O vídeo principal mostra as cidades das cinco organizações: Londres, Los Angeles, Paris, Moscou e Xangai, ressaltando as figuras que trabalham nesses locais e deram vida ao projeto.

Cada cidade conta com uma abordagem e um objetivo de concretização diferente. A organização parceira de Los Angeles, The National Portrait Gallery, conta com uma equipe liderada pela “Chanel Curator for the Collection”, que irá representar a figura feminina na coleção e exposição da galeria em 2023.

Em Los Angeles, o Chanel e o The Noah Davis Prize em parceria com a Underground Museum, irão conceder três bolsas exclusivas para curadores que estão trazendo inovações para suas áreas e ampliando o público cultural.

Em Paris, o Centre Pompidou terá uma iniciativa que destaca as explorações colaborativas de artistas, designers e cientistas que focam na sustentabilidade pensando em seus impactos no futuro.

Em Moscou, no GES-2, antiga usina elétrica que foi transformada em espaço cultural e destaca a cultura contemporânea da cidade. Será proporcionado um programa que irá disponibilizar suporte e residência para artistas russas revolucionárias que trabalham com teatro, música e dança.

Na China, em Xangai, a Power Station of Art irá promover um Programa de Novos Produtores que apresentará ideias inovadoras no artesanato e na arquitetura do país.

Além dessas cinco novas parcerias, o Fundo de Cultura Chanel está trabalhando em conjunto a iniciativa Black Ambition, organização sem fins lucrativos liderada por Pharrell Williams, que investe em startups fundadas por empresários afrodescendentes e latinos. A Chanel lançou um programa de mentoria para estimular e dar oportunidades a talentos que fazem parte dessas comunidades.