• Instituto do Luxo

Case de Sucesso: Boutique digital da Hublot


Como transmitir toda a qualidade, o design e o artesanato de um produto de luxo sem que o cliente precise se locomover para tocar e ver melhor o produto? Como unir entretenimento com troca de bens no mercado de luxo? Em momentos como esse, em que os clientes não podem visitar as lojas físicas, questões como essa ganharam ainda mais destaque.


Em um passado recente, os canais e mídias digitais serviam na maioria das vezes como catálogos, no qual os produtos eram fotografados e dispostos organizados por coleções, datas comemorativas e características do público-alvo. Não havia o toque humano e emocional que é encontrado nas lojas físicas. Graças ao rápido avanço da tecnologia, já é possível inovar e criar soluções para atender as expectativas dos clientes e entregar uma experiencia completa, mesmo que à distância.


Um case atual e que serve como exemplo para marcas de luxo inovarem em seus canais digitais, é a Boutique Digital Hublot. A marca de relógios lançou a ferramenta para que seus vendedores consigam interagir da maneira mais humana possível através de vídeo chamada com os clientes: eles contam histórias da marca, investigam o perfil do cliente e constroem um relacionamento, como se realmente estivessem frente a frente. A demonstração do produto acontece através de todo um conteúdo interativo programado para explorar cada detalhe do relógio, desde o design até sua mecânica.


O varejo de luxo é emocional. É de extrema importância que as marcas se adaptem para que sobrevivam à pandemia e retomem seus lucros o quanto antes.


INSTITUTO DO LUXO © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. SÃO PAULO | BRASIL.

ATENDE TERRITÓRIO NACIONAL E INTERNACIONAL.